As Lentes

Quando se coloca um objeto qualquer em uma vasilha cheia de água em repouso, pode-se notar que o objeto parece ser muito maior do que é na realidade. Isso acontece porque a água da vasilha funciona como se fosse uma lente.

As lentes são instrumentos ópticos, fabricados com vidro de boa qualidade e utilizados para obter determinados efeitos, quando atravessados por um feixe de raios de luz. A razão disso está no fenômeno da refração, que consiste no desvio sofrido pelos raios de luz, quando passam de uma substância transparente (como o ar) para outra substância (por exemplo, o vidro). A forma da lente e o índice de refração do material com que ela é feita são os elementos mais responsáveis  pelo tipo de refração que venha ocorrer.

Tipos de Lentes

Existem dois tipos principais de lentes: a convexa e a côncava. A lente convexa tem sua curvatura voltada para fora, ou seja, ela é mais grossa no centro do que nas extremidades. A lente côncava tem curvatura voltada para dentro, apresentando-se mais delgada no centro e mais grossa nas extremidades.

Quando raios paralelos de luz atravessam uma lente convexa, eles convergem no outro lado da lente, em um ponto chamado “foco”. Se os mesmos raios passam por uma lente côncava, o efeito será contrário, isto é, os raios divergem.

As Lentes no Olho Humano

O olho humano funciona como uma câmara escura. Na sua abertura, a pupila, existe o cristalino, uma lente biconvexa, cuja função é formar as imagens dos objetos sobre a retina.

A miopia ocorre quando o foco dos raios se dá antes da retina, produzindo uma imagem borrada. Na hipermetropia, o foco se dá além.

lentes

Veja como funcionam as lentes dos óculos para correção da miopia da hipermetropia

Importantes empregos das lentes encontram-se nos microscópios, binóculos, telescópios, câmeras fotográficas, câmeras de cinema e televisão, e em óculos.

Deixe sua mensagem

Your email address will not be published. Required fields are marked *