Mimetismo e Camuflagem

Mimetismo

O mimetismo é uma técnica de defesa natural evolutiva adquirida por alguns animais e vegetais, que consiste na imitação, através de formas e cores, de outros animais, que são peçonhentos, apresentam algum outro tipo de perigo, ou têm gosto ruim para os predadores. Imitando estes animais, eles conseguem enganar os predadores, que se afastam deles, acreditando ser o animal imitado.

Exemplos de Mimetismo

Como exemplos de mimetismo, temos a cobra-coral falsa, que imita a cobra-coral verdadeira, que é muito temida, para espantar seus predadores, que acreditam que ela é a cobra verdadeira. Algumas mariposas imitam as vespas, e há também algumas mariposas que adquiriram um colorido nas asas que lembram os olhos de uma coruja bem grande, espantando os predadores.

mariposa

Mariposa com desenho de olhos nas asas, que imitam uma coruja

Camuflagem

Já a camuflagem é a capacidade que alguns animais têm de se confundir com o ambiente, através de suas cores e formas parecidas com o local onde vivem. Os predadores não percebem a presença do animal, camuflado entre folhas, galhos, pedras, etc.

Exemplos de Camuflagem

O camaleão é um ótimo exemplo de camuflagem. Ele muda de cor de acordo com ambiente em que está, podendo ficar verde no meio de folhas verdes, ou marrom, se as folhas estiverem secas. O louva-deus também se camufla entre os galhos, pois tem a forma e a cor muito semelhante a eles. Os animais que vivem na neve costumam ser brancos, assim se confundem com o ambiente, evitando ataques de predadores.

lagarto

Lagarto que se confunde com as folhas secas através de sua cor

O aposematismo também é uma característica evolutiva que ajuda muitos animais e vegetais a espantarem seus predadores.

Deixe sua mensagem

Your email address will not be published. Required fields are marked *