Encontro Consonantal

Quando duas ou mais consoantes se encontram em uma palavra, sem nenhuma vogal entre elas, chamamos de encontro consonantal. Mas esta junção só pode ter esse nome quando as duas letras têm o som pronunciado na palavra. Ao contrário, quando formam um só fonema, esta junção de consoantes é chamada de dígrafo.

Se as duas consoantes estiverem na mesma sílaba, chamamos de encontro consonantal puro ou perfeito. Veja alguns exemplos:

encontro consonantal

Exemplo de encontro consonantal

  • prato (pra-to)
  • palavra (pa-la-vra)
  • psicologia (psi-co-lo-gia)
  • pneumático (pneu-má-ti-co)
  • encontrar (en-con-trar)
  • blusa (blu-sa)
  • atleta (a- tle-ta)
  • Bíblia (Bí-blia)

Mas se as consoantes se encontrarem em sílabas diferentes, chamamos de encontro consonantal disjunto ou imperfeito. Veja os exemplos:

  • alcançar (al-can-çar)
  • subsolo (sub-so-lo)
  • advogado (ad-vo-ga-do)
  • aspecto (as -pec-to)
  • apto (ap-to)
  • costa (cos-ta)

Veja um exemplo de palavra com um encontro consonantal perfeito e um imperfeito: Encontrar : eN – Con – TRar = nc (imperfeito) e tr (perfeito).

Mais Exemplos

Existem alguns encontros consonantais que não são muito comuns: gn (magnético), mn (mnemônica), pt (ruptura), ps (psicólogo), pn (pneu), tm (ritmo).

Quando o encontro está no início da palavra, não pode ser separado, até mesmo porque uma consoante não pode ficar sozinha em uma separação silábica.

Encontro Consonantal Fonético

Quando a letra x tem som de ks, chamamos de encontro consonantal fonético. Exemplos: maxi, táxi, axila.

 

Deixe sua mensagem

Your email address will not be published. Required fields are marked *