Socialismo, anarquismo e liberalismo

Socialismo, anarquismo e liberalismo são filosofias políticas. Cada uma delas tem suas particularidades. A seguir, vamos conhecê-las melhor.

Socialismo

O socialismo foi uma filosofia política que tinha como princípio transformar a sociedade através de uma distribuição equilibrada de propriedades e riquezas. A grande intenção era diminuir a distância entre os pobres e os ricos. Karl Marx foi um dos pais do socialismo e defendia que o mesmo só seria alcançado após uma reforma social com revolução do proletariado e luta de classes, uma vez que no sistema socialista não poderia haver propriedade privada ou classes sociais.

Para eliminar as diferenças econômicas entre as pessoas, as propriedades e bens particulares seriam de todos. O socialismo é o oposto do capitalismo, onde a riqueza é concentrada em poucos.

Anarquismo

O anarquismo engloba métodos, ações e teorias que tem como objetivo eliminar o Estado e sua autoridade. Em outras palavras, seria uma forma de governo “sem governo”. Por ser contra a divisão de classes, é também contra qualquer forma de opressão. No anarquismo, as leis deixam de exisir e dão espaço para uma sociedade na qual o bem comum é resultado da conjugação dos interesses de cada um.

Pode-se dizer que o anarquismo é a única filosofia política inimiga absoluta do Estado. Há outros dois movimentos que se assemelham e compartilham ideias com o anarquismo: o socialismo e o comunismo. No entanto, enquanto esses dois movimentos tem como objetivo alterar o Estado e dar o poder ao proletariado, o anarquismo defende sua total abolição, acreditando que, cedo ou tarde, o Estado possa se tornar um regime opressor, autoritário e de exclusão.

Socialismo, anarquismo e liberalismo

Símbolo do Anarquismo

Liberalismo

Os principais ideais do liberalismo eram os da igualdade e liberdade. Aqueles que seguiam essa filosofia política defendiam, em geral, ideias como direitos divis, eleições democráticas, liberdade de religião, liberdade de imprensa, propriedade privada e livre comércio.

O liberalismo possui alguns pilares. São eles:

Individualismo metodológico: os indivíduos são a unidade básica de juízo, ação e compreensão.

Propriedade privada: um bem material é de uso exclusivo de seu possuidor.

Governo limitado: a liberdade humana é presunção universal e nenhum poder de coerção pode ser exercido sem justificativa.

Ordem espontânea: compreende as coisas que são criadas pela ação humana sem nenhum tipo de premeditação. O mercado e a linguagem são exemplos de ordem espontânea.

Estado de direito: é o nome dado a aplicação política da igualdade perante a lei.

Livre mercado: é quando as ações humanas interferem nos recursos sem haver restrição de indivíduos com interesses particulares.

Deixe sua mensagem

Your email address will not be published. Required fields are marked *