A Grécia

Localizada no sudeste europeu, a Grécia limita-se ao norte com a Albânia, Iugoslávia e Bulgária; ao sul com com o Mediterrâneo; a leste com o mar Egeu e a Turquia; e a oeste com o mar Jônico. Em 1978, tinha 9.360.000 habitantes. Em 2011 já eram 11.304.000 habitantes. A Grécia ocupa uma área de 131.944 quilômetros quadrados. É um país montanhoso, situado na parte meridional da península Balcânica, possuindo ainda várias ilhas nos mares Jônico e Egeu.

Quanto ao clima, o verão é muito seco, a faixa norte tem invernos acentuados, e o oeste, exposto a ventos úmidos, caracteriza-se por maiores precipitações. O ponto mais alto do país é o pico do Olimpo, com 2.917 metros. Segundo a mitologia grega, era no alto do Monte Olimpo que situava-se a morada dos deuses.

Parthenon

Parthenon, um dos cartões postais da Grécia

Regiões da Grécia

A Grécia é fragmentada em pequenas unidades, consequência principalmente do relevo, que dificulta agrupamentos regionais e influi na comunicação. Ainda hoje, diversas dessas unidades reúnem-se em torno da capital, Atenas.

A região ocidental é a menos desenvolvida do país, baseando sua economia numa agricultura de baixa produtividade. No norte, a Macedônia e a Trácia apresentam vastas planícies, enraizadas nos Balcãs. A Tessália, no norte centro-oriental, com planícies rodeadas de montanhas (inclusive o Olimpo), caracteriza-se por invernos rigorosos, verões secos e outonos com muita chuva. O Epiro, a Etólia e a Arcânia, na área centro-oriental, são os territórios mais úmidos, sendo por isso cobertos por bosques.

A imagem da Grécia clássica é dada pela região central e pela península do Peloponeso, área pastoril e de grande movimento marítimo, zona de influência de Atenas. O povoamento, disperso, e as atividades econômicas concentram-se nas vizinhanças da capital. O Peloponeso é separado do continente pelo canal de Corinto e em suas regiões mais úmidas desenvolve-se a agricultura, com destaque para a vinha e a oliva.

A Grécia Moderna

A história da Grécia moderna começa em 1830. Nesse ano, foi reconhecida a sua independência do Império Otomano e instaurada a monarquia que durou até 1862. Em 1864 foi promulgada uma constituição baseada em princípios democráticos que permaneceram vigentes até 1968. No ano anterior, um golpe militar havia derrubado o governo e instalado a ditadura. Até novembro de 1973, a Grécia foi governada por George Papadopoulos, chefiando uma junta militar. Nessa data ele foi deposto. Contudo, a ditadura só cairia no ano seguinte, quando foi formado um governo democrático com Karamanlis na presidência, passando a primeiro-ministro nas eleições de 1975. O presidente eleito foi Constantino Tsatsos.

Relacionados

Deixe sua mensagem

Your email address will not be published. Required fields are marked *