Diretas Já!

A criação de novos partidos ocorreu em 1979, quando o regime militar permitiu a volta da liberdade democrática. Assim, o sistema bipartidário foi substituído por uma reforma política que permitia a criação de novos partidos.

Nas eleições de 1982 esses partidos disputaram os governos estaduais e demais cargos legislativos. O voto direto foi uma proposta feita durante o governo do presidente João Batista Figueiredo, por membros de oposição da Câmara dos Deputados. Em 1983, o deputado Dante de Oliveira, do PMDB, elaborou um projeto de lei para esta proposta.

Emenda Dante de Oliveira

diretas ja

Um dos maiores movimentos populares já ocorridos no Brasil

Este projeto de lei foi chamado de “Emenda Dante de Oliveira” e teve grande repercussão no país. Os partidos PMDB, PT e PDT passaram a organizar grandes comícios, com participação da população, que estava a favor do voto direto para a escolha do presidente. O movimento “Diretas Já!” surgiu dessas manifestações. Os meios de comunicação fizeram uma enorme divulgação.

O movimento “Diretas Já!

O movimento teve a participação de figuras perseguidas pela ditadura militar, membros da classe artística, intelectuais e representantes de outros movimentos. Foi reconhecido como um dos maiores movimentos populares já ocorridos no Brasil. Na Praça da Sé, em São Paulo, cerca 300.000 pessoas participaram das manifestações feitas em janeiro de 1984. Três meses depois, a cidade do Rio de Janeiro recebeu um milhão de cidadãos a favor do projeto de lei e, algumas semanas depois, cerca de 1,7 milhões de pessoas se mobilizaram em São Paulo.

Mesmo depois de tantas manifestações, o voto direto não virou lei. Com uma diferença de apenas 22 votos e um grande número de abstenções, o sistema indireto foi mantido para as eleições de 1985. Para que a disputa política tivesse uma aparência democrática, o governo permitiu que civis concorressem.

Deixe sua mensagem

Your email address will not be published. Required fields are marked *