Sais

Existem sais orgânicos e inorgânicos. Eles são orgânicos quando provêm de ácido orgânico, como, por exemplo, o ácido oxálico, o ácido fórmico, etc. E inorgânicos quando provêm de ácido inorgânico, como o ácido clorídrico, o ácido sulfúrico, etc.

Os sais podem ser distinguidos também em sais ácidos, sais básicos e sais neutros. Os sais ácidos encerram íons ácidos e têm comportamento semelhante aos ácidos; os sais básicos contêm íons básicos e têm comportamento semelhante ao das bases; os sais neutros não contêm íons ácidos nem básicos.

Quimicamente, os sais decorrem da reação entre uma base e um ácido. Por exemplo, na reação entre o ácido clorídrico e o hidróxido de sódio, o resultado será o cloreto de sódio (sal de cozinha).

Os sais podem ser resultantes também das chamadas reações de dupla troca entre dois sais ao trocarem seus íons. Por exemplo: a reação entre o cloreto de bário e o sulfato de sódio dá como resultado os sais sulfato de bário e o cloreto de sódio.

O Sal de Cozinha (Cloreto de Sódio)

sal

O sal de cozinha é um conhecido de todos

O sal de cozinha geralmente é extraído das águas do mar, que o contêm numa porcentagem média de 2,6%. O processo de obtenção desse sal consiste simplesmente na evaporação da água do mar e uma posterior refinação. A evaporação ocorre nas salinas formadas por tanques retangulares abertos na terra, que se comunicam entre si por meio de canais. O depósito resultante da evaporação é submetido a várias purificações para que se torne comestível.

O uso do cloreto de sódio na alimentação humana e animal tem sido observado desde tempos imemoriais (na Roma Antiga, chegou a ser utilizado como dinheiro). Sua produção, todavia, cresceu em importância ao ser empregado para outros fins, como o fabrico de ácido clorídrico, barrilha, soda, cloro e cloretos. O sal de cozinha tem outras aplicações importantes, como a conservação de alimentos, couros e peles.

Deixe sua mensagem

Your email address will not be published. Required fields are marked *