Classificação das Substâncias – Puras ou Misturas

A substância química nada mais é que a ligação de dois ou mais átomos. Trata-se, portanto,  de uma matéria formada por átomos de elementos específicos em uma proporção específica.

As substâncias podem ser identificadas por sua fórmula química. A água, por exemplo, é representada como H2O, o que quer dizer que sua composição é de dois átomos de hidrogênio e um de oxigênio.

As substância podem ser classificadas como puras ou misturas, de acordo com suas propriedades.

Veja:

Substância pura

Chamamos de substância pura aquela que, em um dado sistema, apresenta características próprias e propriedades constantes, como:

  • Composição fixa;
  • Ponto de fusão;
  • Ponto de ebulição;
  • Densidade.

Exemplo:

Água pura – H20

  • Composição (em peso): 11,1% de H e 88,9% de O
  • Ponto de fusão (P = 1 atm): 0ºC
  • Ponto de ebulição (P = 1 atm): 100ºC

Uma substância pura pode ser chamada de substância simples ou composta, conforme suas características:

Substância simples

A substância simples é aquela que é composta por apenas um elemento da tabela periódica.

Exemplos:

  • H2 – gás hidrogênio
  • Cgrafite – grafite
  • Cdiamante – diamante
  • Fe – ferro metálico

Substância composta

A substância composta é aquela composta por dois ou mais elementos da tabela periódica.

Exemplos

  • H20 – água
  • CH4 – gás metano
  • NaOH – soda cáustica

Note que essas substâncias têm mais de um elemento em sua composição.

A água é uma substância pura, composta por dois elementos

A água é uma substância pura, composta por dois elementos

Mistura

Chamamos de mistura quando, em um dado sistema, temos dois ou mais tipos de substâncias (simples ou compostas). Geralmente, as misturas apresentam propriedades variáveis. No entanto, existem algumas exceções. Algumas misturas de sólido, como por exemplo a solda, fundem à temperatura constante e são chamadas de eutéticas. Existem também misturas de líquidos, como a água com álcool, que fervem à temperatura constante e são chamadas de azeotrópicas.

As misturas também podem ser classificadas em dois tipos: homogêneas e heterogêneas.

Mistura homogênea

As misturas homogêneas são aquelas que, quando observadas, apresentam apenas uma fase. Algumas misturas, principalmente as líquidas, também são chamadas de “solução”.

Os sistemas gasosos são sempre homogêneos.

Exemplo:

  • H20 + NaCl – sal dissolvido em água

Note que depois de misturar o sal à água você consegue ver somente uma fase, ou seja, o sal se dissolve completamente, não sendo mais possível observá-lo.

Mistura heterogênea

As misturas heterogêneas são aquelas que, quando observadas a olho nu ou lupa, apresentam mais de uma fase. O termo “mistura heterogênea” é o mais conhecido vulgarmente, no entanto, não é o mais adequado. Água e óleo, por exemplo, não se misturam, mas ainda assim, a combinação dois dois é denominada “mistura”. Por tratarmos de sistemas cujos componentes são imiscíveis, é recomendado o uso do termo “sistema heterogêneo”.

Exemplos:

  • Água e óleo
  • Água e areia
  • Areia e sal.

Separação de misturas

A separação de misturas é tarefa essencial para a obtenção de materiais, tanto em laboratórios quanto em atividades do cotidiano.

A obtenção de água potável, por exemplo, requer uma atividade de separação de misturas nas estações de tratamento. Isso porque a água encontrada em rios e lagos está repleta de resíduos sólidos. Assim, para que ela se torne adequada para o consumo, é preciso que esses resíduos sejam removidos através de processos de separação. Outro exemplo de separação de misturas é o tratamento de esgotos, para obtenção de água menos poluída.

Comentários
  1. roseane
  2. marcela ribeiro aragao
  3. Maria

Deixe sua mensagem

Your email address will not be published. Required fields are marked *