Classes Gramaticais

Uma das coisas mais importantes para um bom conhecimento do português é compreender as classes gramaticais, ou seja, classificar as palavras de acordo com a sua função. Veja os exemplos:

  1. O estudante ficou alegre.
  2. A alegria de passar no vestibular foi grande.
  3. A família comemorou alegremente o resultado.
  4. João alegrou-se com sua nota no Enem.

Apesar de semelhantes, as palavras alegre, alegria, alegremente e alegrou-se são diferentes. Se você observar bem, perceberá que em cada frase essas palavras funcionam de uma forma e, por isso, integram classes gramaticais diferentes.

Atualmente os gramáticos reconhecem 10 classes de palavras diferentes, a saber: substantivo, artigo, adjetivo, pronome, numeral, verbo, advérbio, preposição, conjunção e interjeição. Todas as palavras do português podem ser classificadas de acordo com essas classes.

E você, sabe como separas as palavras de acordo com a sua classe gramatical? Veja as principais características de cada uma das classes gramaticais e aprenda como elas funcionam:

Substantivo

Classes de Palavras

Classes Gramaticais

É a classe que dá nome aos seres, objetos, sentimentos e emoções. No caso do exemplo acima, a palavra alegria é classificada como um substantivo.

Exemplos: caderno, homem, João, felicidade, computador.

Adjetivo

Os adjetivos são palavras que caracterizam o substantivo. Na frase: A prova foi fácil, prova é o substantivo enquanto fácil é o adjetivo, pois está caracterizando a prova.

Exemplos: bonito, inteligente, difícil, cruel, alegre.

Artigo

Os artigos antecedem os substantivos e servem para determinar ou indeterminá-los. Na frase: Os alunos estudaram muito, o substantivo alunos é determinado pelo artigo os.

Exemplos: o, a, os, as (artigos determinados), um, uma, uns, umas (artigos indeterminados).

Pronome

Os pronomes são palavras que acompanham ou substituem o substantivo, determinando a pessoa do discurso.

Exemplos: eu, ele, nosso, alguém, me, mim.

Numeral

Os numerais, como o próprio nome já diz, servem para indicar quantidade, ordem, fração ou múltiplo.

Exemplos: dois, trinta, quarto, triplo, terço.

Verbo

O verbo é uma das classes gramaticais mais importantes e serve para indicar uma ação, um estado ou fenômeno da natureza.

Exemplo: estudar, ler, imprimir, trovejar, ser, corrigir.

Advérbio

Os advérbios são palavras que modificam o sentido do verbo, do adjetivo ou do próprio advérbio. Na frase: A família comemorou alegremente, a palavra alegremente modifica o sentido do verbo comemorou, por isso é um advérbio.

Exemplos: sempre, muito, mal, felizmente, pouco, bastante.

Preposição

As preposição unem uma palavra à outra, estabelecendo alguma relação entre elas. Na frase: João assistiu ao filme, a palavra ao funciona como proposição, ligando as palavras assistiu e filme.

Exemplos: de, sobre, em, por, para, perante, entre.

Conjunção

As conjunções servem para ligar termos semelhantes de uma oração ou conectar orações. Na frase: Ele foi bem na prova pois estudou muito, a palavra pois é a conjunção que liga as duas orações.

Exemplos: e, embora, se, então, mas, porém, contudo.

Interjeição

As interjeições são palavras que exprimem uma emoção ou um sentimento. Muitos gramáticos defendem que as interjeições não sejam uma classe gramatical como as outras, porque podem funcionar como uma frase. Quase sempre vêm acompanhadas de um ponto de exclamação.

Exemplos: oba!, ai!, credo!, alô!.

Deixe sua mensagem

Your email address will not be published. Required fields are marked *