Vinicius de Moraes

O escritor Marcus Vinicius da Cruz de Mello Moraes, ficou famoso somente como Vinicius de Moraes. Nasceu em uma família nobre na cidade do Rio de Janeiro, no dia 19 de outubro de 1913. Desde pequeno Vinicius já tinha dotes artísticos. Aos 20 anos publicou seu primeiro livro, “O caminho para a distância”, mesmo ano em que se formou na Faculdade de Direito do Catete. Foi lá que conheceu muitos boêmios, se engajando então na vida boêmia.

Estudou Literatura Inglesa na Universidade de Oxford, mas por causa da Segunda Guerra Mundial, não conseguiu se formar. Voltou ao Brasil e foi morar em São Paulo, onde conheceu Mário de Andrade, Manuel Bandeira e Carlos Drummond de Andrade. Foi em São Paulo que se casou pela primeira vez. O primeiro de nove casamentos.

Em 1943, ingressou na carreira diplomática, depois de ter atuado como jornalista, crônico e crítico de cinema. Vinicius de Morais viajou para Espanha, Uruguai, França e Estados Unidos, mas não perdeu o contato com o que acontecia na cultura do Brasil.

vinicius de moraes

Vinicius de Moraes, um dos criadores da Bossa Nova

Vinicius de Moraes e a Música

A diplomacia foi abandonada e Vinicius se tornou músico. Juntamente com Tom Jobim e João Gilberto, fundou a “Bossa Nova”, movimento revolucionário na música brasileira. Compôs muitas músicas e viajou muito por causa delas. Seus vários casamentos e os altos e baixos da vida boêmia fizeram com que Vinicius de Moraes tivesse uma vida intensa.

O Neo-Simbolismo está presente no início da sua obra, trazendo uma reformulação do lado espiritual humano, além de uma renovação católica da década de 30. A temática bíblica está presente em vários poemas do autor, o que contradiz com as mais novas poesias, que traziam um certo erotismo.

Vinicius de Moraes teve uma fase de divisão entre os prazeres da carne e os princípios cristãos. Após esta fase, o autor focou na temática social e a visão de amor. Nesta nova fase o autor passou a usar uma linguagem mais objetiva e coloquial, ao contrário da sua primeira fase, marcada por versos longos e melancólicos.

Deixe sua mensagem

Your email address will not be published. Required fields are marked *