Introdução à Literatura

A atividade literária consiste na utilização da língua para obter resultados estéticos, como uma poesia ou um romance. O termo literatura, porém, costuma ser empregado para designar outras coisas: o tema da obra (literatura de terror, de mistério), bibliografias (literatura sobre a Idade Média, sobre doenças), divisões de estudo literário nas universidades (literatura comparada, literatura geral), etc.

Geralmente, considera-se literatura apenas a produção escrita, mas existe também uma “literatura oral”. Entre os povos “primitivos”, ou pré-letrados, encontra-se frequentemente uma rica produção de lendas, estórias e mitos, cuja conservação e transmissão depende integralmente da memória dos narradores. Os principais exemplos dessa literatura oral no Brasil são as poesias apresentadas pelos “cantadores” nas feiras do Nordeste.

A “Independência” da Literatura

literatura

A literatura faz o leitor viajar nos livros

Na Antiguidade, e durante toda a Idade Média, a literatura era uma atividade inteiramente relacionada com a gramática, abrangendo o ensino da escrita, da leitura e dos textos poéticos. Apenas no início do século XVIII, esse termo passou a designar uma atividade independente da gramática, abrangendo o ensino da escrita, da leitura e dos textos poéticos. Apenas no início do século XVIII, esse termo passou a designar uma atividade independente da gramática e, no final desse século, passou a significar o conjunto das obras literárias de um país (literatura inglesa, francesa, alemã, etc.). No século XIX surgiu o conceito de que literatura seria o conjunto da produção escrita, isto é, todo texto escrito seria considerado literário. Muitos críticos, porém, insurgira,-se contra esse conceito e procuraram vincular diretamente o termo literatura ao caráter de ficção da obra. Assim, a arte literária (segundo, por exemplo, o crítico italiano Benedetto Croce), ao contrário da história, da filosofia e da religião, utilizaria as palavras de forma figurada, recriando a realidade a partir dos dados pessoais do artista e do grupo social (classe) que ele pertence.

A obra literária pode ser produzida de duas formas: em poesia ou em prosa.  Na obra poética, certos padrões de composição, como ritmo e métrica, são bastante acentuados, ao passo que a prosa é mais livre e pode se apresentar em forma de romance, novela ou conto, peças teatrais, ensaios, biografias, etc.

Deixe sua mensagem

Your email address will not be published. Required fields are marked *