Sabinada

Devido à decadência econômica ocorrida no período da Regência (1831/40), criou-se uma situação de revolta nas províncias que forneciam algodão e açúcar (Bahia, Maranhão e Pernambuco). Como não houvesse qualquer intervenção do governo central no sentido de resolver a crise, foram propostas, como solução, a separação da província da Bahia e a criação de um Estado independente. Entre os adeptos dessa solução estavam João Carneiro da Silva Rego e o jornalista e médico Francisco Sabino Álvares da Rocha Vieira, cujo nome deu origem ao do movimento, por se tornar o principal líder da Sabinada.

Os revoltosos já estavam descontentes com muitos outros fatores, mas o estopim da revolta ocorreu quando o governo regencial decretou recrutamento militar obrigatório para combater a Guerra dos Farrapos, que ocorria no sul do país.

sabinada

Sabinada

Entre 6 de novembro de 1837 e 16 de março de 1838, militares baianos revoltaram-se e ocuparam a província, proclamando sua autonomia até a maioridade de dom Pedro II. Eles lutavam por mais autonomia política e defendiam a instituição do federalismo republicano, sistema que daria mais autonomia política e administrativa às províncias. Mais tarde, os rebeldes mudaram de posição, passando a lutar contra a aristocracia rural.

O Fim da Sabinada

A resposta do governo e da aristocracia foi imediata e os rebeldes foram derrotados em uma série de batalhas. Apesar disso, só em 1838 a revolta foi totalmente dominada, com violenta repressão aos sabinos. Muitas casas de revoltosos foram destruídas e a cidade de Salvador foi cercada pelos militares do governo. Muitos foram torturados e obrigados a confessar e seis dos principais líderes foram condenados. Foram mais de 2 mil mortos na batalha, entre militares e revoltosos e mais 3 mil revoltosos foram presos.

Apesar de fracassada, a Sabinada foi bastante importante, pois seus representantes, os liberais do Estado, conseguiram se infiltrar nas Câmaras Gerais.

Deixe sua mensagem

Your email address will not be published. Required fields are marked *