O Império Islâmico

Com o advento do islamismo e seu reconhecimento como religião, houve uma grande ascensão do Império Islâmico, que alcançou sua maior extensão territorial, abarcando terras desde a Ásia Central até a Península Ibérica, passando pelo norte da África. Isto aconteceu entre os séculos VII e VIII.

O Império teve início na Península Arábica. Maomé nasceu na cidade de Meca, onde começou a pregar a adoração de um único Deus, Alá. Antes, os árabes eram politeístas, adoravam animais e plantas. Maomé afirmava que durante anos de meditações, teve visões do anjo Gabriel, que lhe falava que seria adorado um único Deus. A pedra negra, um possível meteorito tido como sagrado, ficava na cidade de Meca, por isso era uma terra sagrada.

Maomé começou a pregar em Meca, onde conseguiu vários seguidores, principalmente os pobres, já que os ricos se sentiam ameaçados com suas pregações monoteístas, pois obtinham grande lucro com as visitas à Caaba, local onde ficava a pedra negra, junto com a imagem de outros deuses.

islamismo

Oração dos muçulmanos

A Fuga de Maomé

Diante de muita perseguição, Maomé se viu obrigado a fugir para Iatreb, cidade ao norte de Meca, em 622. O episódio ficou conhecido como Hégira e marcou o início do calendário islâmico. Em 632 Maomé morreu, mas antes disso converteu a maior parte da população de Iatreb, que passou a se chamar Medina (cidade do profeta).

A ascensão do Império Islâmico continuou com seus sucessores, os califas. Mas começaram a haver problemas para resolver quem sucederia Maomé: membros de sua tribo coraixita ou seus descendentes diretos? Os descendentes diretos acabaram o sucedendo, até que o quarto califa, que era genro de Maomé, foi derrubado por um integrante da tribo. Nesse período o islamismo teve sua maior expansão territorial.

Mas foi também nesse período que houve a principal divisão entre os muçulmanos, resultando nos sunitas e xiitas. Os sunitas adotavam os preceitos da Suna, livro dos ditos e feitos de Maomé, e do Corão. Os xiitas, pelo contrário, assumiam a ligação apenas ao Corão e apontavam a necessidade de uma liderança centralizadora.

Deixe sua mensagem

Your email address will not be published. Required fields are marked *