Independência dos Estados Unidos

O regime colonial inglês na América do Norte tornou-se mais rígido a partir de 1763. Nesse ano, a Inglaterra venceu a Guerra dos Sete Anos contra a França, conquistou-lhe o Canadá e ainda forçou a Espanha a ceder-lhe a Flórida. Também, em 1763, o governo inglês proibiu os colonos americanos de ultrapassarem a linha dos montes Apalaches, a oeste. E, no ano seguinte, começou a combater violentamente o contrabando de artigos de origem não britânica, sobre os quais incidiam pesados impostos. A exportação da colônia passava obrigatoriamente pelos entrepostos ingleses antes de ser vendida na Europa. Em 1765, a Lei do Selo taxou os documentos e todo tipo de impressos. Em 1767, nova lei lançava impostos sobre o vidro, o chumbo, as tintas, o papel e o chá.

Não tendo representantes no Parlamento inglês, os colonos se opuseram a essas leis, argumentando com um princípio vigente na própria Inglaterra: nenhum imposto pode ser pago se não for votado pelos representantes do povo. Com algum apoio do Parlamento, acabaram conseguindo a revogação da Lei do Selo. E o prejuízo que as demais taxações causaram às exportações coloniais fez o governo revogá-las, exceto a do chá, em 1770.

independencia

Derrotada, a Inglaterra reconheceu a Independência dos Estados Unidos

Em 1773, o Parlamento concedeu o monopólio da venda do chá nas colônias à Companhia das Índias Ocidentais, com isenção total de impostos. Os comerciantes americanos se rebelaram, passando a boicotar o chá da companhia. Habitantes de Boston, vestidos de índios, invadiram um navio e lançaram ao mar um carregamento de chá. O governo inglês fechou então o porto de Boston. Isso precipitou a união das colônias, que em setembro de 1774 fizeram um congresso em Filadélfia com representantes eleitos pelo povo, decidindo o boicote total ao comércio inglês. Nesse sentido organizaram vários grupos, alguns deles armados. Com o ataque inglês a um arsenal dos colonos em Concord, a 18 de abril de 1775, eles resolveram lutar pela independência. George Washington recebeu o comando das tropas das treze colônias, que a 4 de julho de 1776 aprovaram sua Declaração de Independência.

A Derrota da Inglaterra

Os rebeldes tiveram de abandonar Nova York (1776) e Filadélfia (1777) e, mesmo com a vitória de Saratoga, continuaram em má situação. Mas a França, vingando-se da derrota na Guerra dos Sete Anos, juntou suas forças às americanas, em 1778, conseguindo em dois anos a adesão da Espanha e da Holanda. A derrota inglesa de Yorktown, a 19 de outubro de 1781, foi definitiva. Em 1783, a Inglaterra reconheceu a independência dos EUA.

Deixe sua mensagem

Your email address will not be published. Required fields are marked *