Império Bizantino

A capital do Império Romano passou a se chamar Constantinopla após sua transferência para a cidade oriental de Bizâncio, pelo Imperador Constantino. Isto foi feito devido a possível queda do Império Romano, principalmente depois das invasões bárbaras.  A localização de Constantinopla, entre o mar Negro e o mar Mármara, facilitava muito o comércio na região. Devido a esta facilidade a restauração da cidade foi rápida, transformando-a em uma Nova Roma.

Durante o reinado do imperador Justiniano (527-565) o império bizantino chegou ao auge. O Imperador retomou o norte da África, a Itália e a Espanha e grande parte daquele que foi o Império Romano do Ocidente. Para conseguir tal feito, Justiniano manteve relações pacíficas com os persas.

A Sociedade e a Religião Bizantina

A hierarquia era a base da sociedade bizantina. O imperador e sua família estavam no topo dessa hierarquia. Os assessores do rei, que eram a nobreza, vinham logo abaixo, acompanhados pelo clero. Os ricos fazendeiros, comerciantes e donos de oficinas artesanais vinham logo abaixo, formando a elite. Os pequenos agricultores, trabalhadores das oficinas de artesanato e o baixo clero formavam uma camada média da sociedade, e a maior parte da população era formada por pobres camponeses que trabalhavam muito, ganhavam pouco e pagavam altas taxas de impostos.

obra bizantina

Obra bizantina

Como as doutrinas dirigidas a esta sociedade eram as mesmas que na sociedade romana, a religião foi fundamental para manter o império erguido. Nas catedrais e nos mosaicos bizantinos estão retratados a força do cristianismo naquela sociedade. Elas estão entre as obras de arte e arquitetura mais belos do mundo.

Para ganhar dinheiro, os monges vendiam ícones e tinham grande influência sobre a sociedade. Insatisfeitos com isso, os governantes proibiram a adoração de imagens, a não ser a de Jesus Cristo, prevendo pena de morte para quem desobedecesse. Este fato histórico ficou conhecido como “A Questão Iconoclasta”.

A Queda de Constantinopla

O Império Bizantino foi alvo de diversas invasões depois da morte do imperador Justiniano. Estas invasões geraram a queda do império, que foi tomado pelos turcos em 1453.

Hoje em dia a cidade de Constantinopla tem o nome de Istambul, e pertence à Turquia. É uma cidade turística, devido à riquíssima variedade cultural.

Comentários
  1. Islaine Rodrigues da Silva

Deixe sua mensagem

Your email address will not be published. Required fields are marked *