Guerra de Secessão

Antes de sua independência, os Estados Unidos era formado por treze colônias, que tinham diferenças históricas que dividiam a região entre as colônias do norte e do sul. Após a independência do país, começaram os problemas políticos e econômicos a cerca dessa disputa, o que gerou uma guerra civil.

A economia nas duas regiões, norte e sul, eram bem diferentes, o que gerava conflito, pois o favorecimento de uma gerava o desfavorecimento da outra. Os países da região norte tinham uma economia baseada na produção industrial,  incentivando as atividades comerciais, mão-de-obra assalariada e a produção agrícola em pequenas propriedades. Já os países da região sul priorizaram uma economia agroexportadora, fundamentada no latifúndio e na mão-de-obra escrava.

Guerra de Secessao

Guerra de Secessão

Um dos maiores conflitos entre as duas regiões eram as tarifas alfandegárias. Os nortistas, que também eram chamados de yankees, defendiam as altas tarifas alfandegárias, a fim de impedir a dominação do mercado interno pelas manufaturas estrangeiras e incentivar o desenvolvimento da indústria nacional. Em contrapartida, os sulistas defendiam as baixas tarifas, permitindo que seus países tivessem acesso a mais produtos industrializados. Essas taxas variavam entre 20 e 30 por cento.

A política agrária também era um sério problema no país. Além disso, tinha também a questão da escravidão. Os países do norte queriam acabar com este tipo de trabalho, pensando no aumento do mercado consumidor interno, já que os escravos se tornariam trabalhadores assalariados. Mas os países do sul eram totalmente contra o fim da escravidão, pois os latifúndios eram sustentados por este tipo de trabalho.

Como Começou a Guerra

Os estados do sul se juntaram para criar um projeto separatista. Esta reunião aconteceu em Montgomery e foi lá que os países do sul criaram os  Estados Confederados da América. Os yankees resolveram atacar os separatistas, dando início à Guerra de Secessão.

Os nortistas tinham uma população maior e mais recursos bélicos, por isso tinham mais possibilidades de vencer a guerra. O então presidente dos EUA, Abraham Lincoln, tomou algumas medidas que desestabilizava a economia dos países do sul. Em 1862, decretou o Homestead Act, concedendo o acesso das terras a oeste com base em um modelo de pequena e média propriedade. A abolição da escravidão no país também foi decretada neste mesmo ano.

Em nove de abril de 1865 os confederados assinaram o termo de rendição e se renderam ao modelo de economia dos países do norte, dando fim à guerra.

Deixe sua mensagem

Your email address will not be published. Required fields are marked *