A Criação da Moeda

Quando a divisão social do trabalho ainda não havia atingido grandes proporções e as sociedades eram menores, os homens podiam trocar diretamente sua mercadoria por outra de que necessitassem. Assim, se alguém tinha lã e precisava de couro, procurava alguém para fazer a troca. Como a possibilidade de troca dependia do grau de utilidade da mercadoria para cada pessoa, as trocas tornavam-se mais difíceis com o crescimento das comunidades. Era preciso encontrar um meio de troca, uma mercadoria que fosse aceita por todos. Esse meio de troca é a moeda.

Para que uma mercadoria seja aceita como moeda é preciso que haja um acordo entre os participantes do mercado. Conchas, pele, sal, serviram como moeda em épocas diferentes. Sempre que uma mercadoria passava a ter valor de dinheiro sua procura aumentava. Ela devia ser acumulada para pagar dívidas, salários, etc. Dentre todas as mercadorias-moeda usadas, o ouro e a prata foram as que melhor se prestaram a essa finalidade.

moedas de ouro

Moedas de ouro antigas

Durante muito tempo os metais preciosos foram usados como meios de troca em forma de barras, lingotes ou em pó, sem nenhum controle exterior ao dos participantes do mercado. Em épocas que variaram para cada sociedade, o Estado passou a afixar seu selo na unidade monetária, de modo a torná-la oficial. Essa prática evitava a falsificação. O primeiro povo a usar moedas cunhadas foram os lídios, da Ásia Menor, por volta do século VII a.C.

A Moeda Atual

Atualmente, a maioria dos países usa moedas nominais: elas trazem estampado no metal seu valor e este não equivale ao valor do metal de que são feitas. As moedas de metal são hoje substituídas, em grande escala, pelo papel-moeda, mais fácil de se carregar. Os pagamentos podem ser feitos também com cheques.

Atualmente o uso das moedas é controlado pelo governo de cada país. Cabe-lhe decidir qual a unidade básica de moeda em circulação, que papel-moeda deve ser feito e que metal deve ser empregado para fabricar moedas. O seu valor real depende da quantidade de mercadoria que pode ser comprada com ela. Se esse valor real cai, isto é, se a quantidade de mercadorias que se compra com ela é menor do que em tempos normais, diz-se que há inflação.

Deixe sua mensagem

Your email address will not be published. Required fields are marked *