A Lei da Inércia

A Física tem várias leis, entre elas está a Lei da Inércia. Veja, na prática, como funciona esta lei:

Quando um veículo arranca bruscamente, as pessoas que estão no seu interior são jogadas para trás, como se uma força as puxasse. Da mesma forma, ao ser freado, os passageiros sentem-se empurrados para a frente. Na realidade, nessas ocasiões não atua nenhuma força sobre as pessoas, apenas sobre o veículo, exercida pelo motor quando ele arranca, ou pelos freios, quando ele pára. As pessoas julgam-se empurradas ou puxadas em virtude da variação de velocidade, da aceleração.

inercia

Quando um carro é freado, a tendência é que as pessoas dentro sintam uma força que as puxe para frente. Isto é a Lei da Inércia.

A tendência dos corpos é manter-se em repouso ou em movimento retilíneo com velocidade constante, a menos que uma força os obrigue a mudar seu estado. É a lei da Inércia. Assim, quando o veículo arranca, a tendência das pessoas é permanecer paradas: o carro sai do lugar, mas os passageiros não, o que dá a impressão de que estão sendo puxados. Quando o veículo pára, as pessoas continuam em movimento e, por isso, vão em frente.

Utilizando planos inclinados, Galileu observou que os corpos têm movimento acelerado ao descer o plano, ou retardado, ao subir, devido à ação da força da gravidade. Assim, ele imaginou que num plano horizontal, onde essa força não favorece nem opõe resistência ao movimento, os objetos deveriam continuar com sua velocidade constante indefinidamente. Na realidade, os corpos não permanecem em movimento indefinidamente num plano horizontal, porque atuam forças sobre ele, forças retardantes como o atrito e a resistência do ar. Apenas numa situação ideal, em que absolutamente não se verificasse a atuação dessas forças, os corpos permaneceriam em movimento com velocidade constante.

Deixe sua mensagem

Your email address will not be published. Required fields are marked *