O que é Filosofia da Mente?

Os primeiros estudos em filosofia direcionados à mente são do meio do século XX com o inglês Gilbert Ryle (1948) em O Conceito de Mente. Podemos dizer que a Filosofia da Mente começa com esta discussão, ou se quisermos ser mais precisos, com os artigos de John Smart (1956 – Sensações e processos cerebrais) and Ullin Place (1956 – A consciência é um processo cerebral?) ao discutir como esta coisa que se chama mente se relaciona com o nosso cérebro. Neste ponto sim, se funda a filosofia da mente.

O Conceito de Mente - Ryle

O Conceito de Mente - Ryle

Temos experiências todo o tempo: lemos este blog, comemos chocolates, ouvimos músicas e conversamos a respeito, sentimos o perfume de uma rosa, distinguimos entre superfície rugosa e lisa entre outras coisas. Mas ato de ver a rosa vermelha, é diferente ter a experiência desta rosa vermelha. Aliás, posso me lembrar desta mesma rosa vermelha sem que ela esteja presente. Para ter experiência e pensar, preciso de minha mente.

Por mente, podemos entender como sendo aquilo que pensa e experiência. Por exemplo, criaturas sem mente não podem pensar e nem ter experiências.

A filosofia da mente é o campo da filosofia que levanta questões sobre os estados psíquicos humanos, sobretudo, sobre o que é pensar, sobre o que é ter consciência. As questões são sobre as distinções entre a natureza da mente e em que ela difere dos demais itens que existem, o que significa dizer que penso, será que a mente é material? Se não, onde ela está e como ela se relaciona com a matéria.

Para deixar mais claro o objeto de estudo da filosofia da mente, vejamos o exemplo de Frank Jackson (1982) em O que Maria não sabia.

Maria é uma brilhante cientista natural. Ela domina as teorias mais aceitas acerca das cores. Apesar disso, Maria viveu toda sua vida em um ambiente controlado, onde toda experiência que ela teve foi em preto, branco e tons de cinza. Maria sabe tudo que pode ser conhecido sobre física, biologia e química no que diz respeito a cores. Mas, será que ela sabe o que é ver uma rosa vermelha? Será que, ao dominar todos os elementos que compõe o fato de ser capaz ver o vermelho, saber como é possível ver vermelho, serei capaz de saber tudo o que é ver o vermelho e não terei nenhuma surpresa ao ver esta rosa?

A filosofia da mente estuda, então, a consciência que pode não ser descrita pelas ciências ou que, pelo menos, exige uma explicação diferente daquela dada pelas ciências como a biologia, física, química etc.

Deixe sua mensagem

Your email address will not be published. Required fields are marked *