A tragédia de Édipo

Laios, o rei de Tebas, teve uma profecia a respeito de sua fertilidade. Preocupado, ele procurou um oráculo, que como resposta lhe disse que ser infértil era melhor, já que ter um filho com sua mulher Jocasta arruinaria sua família, pois este filho o mataria e tomaria sua mulher como esposa. Laios então afastou Jocasta de sua cama.

Percebendo a distância entro o casal, a rainha embebedou o marido para com ele se deitar e ter um filho. Logo após o nascimento da criança, o rei ordenou a um escravo que a matasse, para que não se cumprisse a profecia. O escravo furou o pé da criança e a deixou pendurada em um monte para que os abutres a comessem.

Porém, um pastor que passou por ali e viu a criança, a resgatou e entregou para o rei Polibo de Corinto, para que a adotasse, já que não tinha filho. Deram ao menino o nome de Édipo, por ter os pés inchados. Ao ficar adulto, Édipo consultou o oráculo, que lhe disse que ele mataria seu pai e tomaria sua mãe como esposa. Por amar seus pais adotivos, Édipo decidiu fugir para evitar a tragédia.

Édipo se encontrou com Laios em uma estrada, que mandou que saísse do seu caminho. Édipo não obedeceu e um dos escravos de Laios passou por cima do seu pé. Com raiva, Édipo matou todos, inclusive seu pai, sem saber.

edipo

Édipo furou os próprios olhos ao saber que tinha tomado sua mãe como esposa

A Esfinge era um monstro que atormentava a cidade de Tebas com um enigma:  “O que tem às vezes 2, às vezes 3, às vezes 4 pernas e quanto mais tem, mais fraco é?” Quem não acertasse a resposta seria devorado e a peste continuaria assolando a cidade. Laios tinha saído da cidade para resolver esse enigma, mas com sua morte, quem resolveu foi Édipo, que encontrou a Esfinge e lhe disse: é o homem, pois ele engatinha quando criança, anda quando adulto e usa bengala quando velho.

Com isso, Édipo salvou a cidade do monstro e foi nomeado rei, tomando Jocasta como esposa, sem saber que era sua mãe. Assim uma desgraça caiu sobre a cidade.

O mistério só foi resolvido quando a mãe de criação de Édipo, Peribeia, revelou que ele era adotado através de uma carta. Jocasta se matou e Édipo furou os próprios olhos com um alfinete de Jocasta.

 

 

Deixe sua mensagem

Your email address will not be published. Required fields are marked *