Viroses: Varíola

A varíola é mais uma das viroses, que estudaremos a seguir. Como já sabemos, viroses são doenças causadas por vírus. Os vírus são organismos que vivem em constantes estudos, pois ainda é contraditório a questão se eles são ou não considerados seres vivos. Antes de ler nosso artigo sobre a varíola, consulte nossos outros artigos, sobre outras viroses bem conhecidas do ser humano, como o sarampo, a raiva, a catapora, e a poliomielite, todas são doenças que entram neste grande grupo de doenças causadas por vírus.

Conheça a Varíola

A varíola já foi considerada a pandemia de maior porte, tendo matado quase 500 milhões de pessoas somente no século XX. Ela foi descoberta quando cientistas descobriram a presença do vírus em uma múmia que viveu de meados de 1550 a 1307 a.C., podemos então constatar que é uma doença bastante antiga.

Foi considerada erradicada pela Organização Mundial de Saúde (OMS) em 1980, sendo que seu último caso conhecido ocorreu no Sudão, em 1977. Apesar disto, a doença voltou a figurar nas manchetes de jornais devido a suposições de que possa ser usada como arma biológica.

É importante lembrar que hoje o vírus transmissor da Varíola é guardado em laboratórios governamentais bem vigiados, nos EUA e Rússia.

Sintomas da Doença

Criança com varíola

Os sintomas da varíola são muito semelhantes ao da gripe, porém evoluindo em cerca de 12 dias para quadros de vômito, náuseas e, finalmente, para infecções generalizadas na pele. Isso causa bolhas ou pústulas que, mesmo depois de curada a doença, deixam marcas.

É uma doença que deixa o paciente com um aspecto bem feio, como você pode ver na foto ao lado.

Transmissão

O vírus da varíola se espalha pelo ar. Então, uma pessoa infectada pode transmitir a doença a outra pessoa saudável, se mantiver contato próximo e prolongado. O vírus se espalha através de gotículas de saliva, quando a pessoa tosse, espirra, ou até mesmo através da fala.

Em casos raros, pode ocorrer a infecção de pessoas que estão mais longe, como em um sistema de ventilação de um edifício, por exemplo, onde o vírus pode percorrer o sistema, e invadir outros quartos.

Outra forma de contaminação rara é através de lençóis, toalhas ou outros utensílios utilizados pelo doente.

Profilaxia

A forma mais eficaz de evitar a doença é a vacinação. Como já foi dito anteriormente, a varíola foi erradicada por volta dos anos 70, quando a Organização Mundial da Saúde liderou um enorme programa de imunização, em escala global. Por isso, hoje em dia, não é mais preciso se preocupar com essa doença.

Vítimas Famosas

Veja algumas figuras famosas que foram infectadas pela varíola:

  • Ramsés V, faraó do Egito entre 1146 a.C. e 1142 a.C., aproximadamente;
  • Shunzhi, imperador da China, de 1638 a 1661;
  • Maria II, que foi rainha da Inglaterra durante o século XVII;
  • O rei Luís XV, da França (de 1715-1774);
  • Pedro II, imperador da Rússia durante o século XVIII;
  • O compositor Ludwig van Beethoven, que foi infectado, mas sobreviveu;
  • O ex-presidente norte-americano, Abraham Lincoln, que acabou com a escravidão nos Estados Unidos, também sobreviveu à doença;
  • O ditador Josef Stalin também foi vítima da doença, mas não morreu em decorrência da varíola, e sim de um derrame cerebral.

Deixe sua mensagem

Your email address will not be published. Required fields are marked *