Microbiologia

O conhecimento dos microrganismos é muito importante para o homem, seja na área da saúde, da alimentação, da agricultura, ou em outras áreas. Pois eles são os responsáveis por várias doenças, como a tuberculose, o tifo, a meningite, a disenteria e os processos infecciosos em geral. Outros, ainda, realizam decomposições da matéria orgânica extremamente importantes para a fertilização do solo, purificação de esgotos e para diminuir o acúmulo de lixo no mundo. Na alimentação, os microrganismo são usados na fabricação de queijos, iogurtes, bebidas, dentre outros alimentos.

Esses seres vivos, que podem ser bactérias, protozoários e alguns tipos de algas e fungos, são tão pequenos que só podem ser vistos através de microscópios. A parte da ciência que se encarrega de seu estudo é a Microbiologia (micro=microscópico; bio=vida; logia=estudo), ou seja, é o estudo da vida microscópica.

A História da Microbiologia

O primeiro a fazer experiências nesse setor foi o alemão Anton von Leeuwenhock que, utilizando um microscópio rudimentar construído por ele próprio, observou e estudou bactérias e levedos em 1860.

Durante o século XIX, a microbiologia desenvolveu-se muito, com o aperfeiçoamento de aparelhos e técnicas de bacteriologia, além do trabalho de cientistas como Louis Pasteur, Robert Koch, Paul Ehrlich.

No século XX, o desenvolvimento da eletrônica possibilitou a construção de microscópios de grande potência, ampliando enormemente o poder de observação do homem. O microscópio eletrônico é capaz de aumentar uma imagem até 100.000 vezes.

Outro fato importante foi a descoberta da Penicilina pelo médico e bacteriologista escocês Alexander Fleming. Estudando algumas bactérias, ele percebeu que na placa haviam crescido alguns fungos, e que ao redor deles as bactérias não cresciam. Estudou esse fungo e viu que se tratava do fungo Penicilium, e que dele poderia se extrair uma substância isolada, que inibe o crescimento de diversas bactérias. Ele então deu a esse medicamento novo o nome de Penicilina. Este antibiótico é muito usado até hoje para tratar diversas doenças.

Como os Microrganismos são Estudados

microbiologia

Para evitar contaminações na Microbiologia, usa-se luvas, toucas e máscaras descartáveis

Os microrganismos em estudo são geralmente cultivados em laboratório. Usam-se para isso tubos de vidro ou recipientes especiais (as placas de Petri). Nas placas coloca-se um caldo nutritivo ou uma gelatina onde os micróbios podem se desenvolver com facilidade. Cada tipo de microrganismo tem o seu meio de cultura apropriado.

Sob temperatura, umidade e iluminação adequadas, os micróbios multiplicam-se com rapidez, formando colônias. A cultura pode ser então estudada.

Nos laboratórios de Microbiologia é muito importante o intenso cuidado para que não haja contaminações, por isso é indispensável o uso de luvas, toucas e máscaras descartáveis, além dos procedimentos de desinfecção adequados, como o uso do álcool 70% e luzes ultravioletas, quando for aplicado.

Deixe sua mensagem

Your email address will not be published. Required fields are marked *