Ciclos Biogeoquímicos

Ciclo biogeoquímico é a movimentação natural dos elementos químicos presentes em um ecossistema: meio biótico (seres vivos) e meio abiótico (local onde vivem esses seres e tudo que o pertence). Esta movimentação se dá pelo fato que um ser vivo morto é decomposto por fungos e bactérias, voltando assim ao meio ambiente de outra forma, sendo reaproveitado por outros seres.

Desse sistema dinâmico da Terra vem o pressuposto de Lavoisier (na natureza nada se perde tudo se transforma). Entre os principais ciclos destacam-se: o do átomo de carbono, do nitrogênio, do fósforo, do oxigênio, do hidrogênio e o da molécula de água. Vamos estudar alguns deles a seguir.

Ciclo da Água

Este ciclo baseia-se na evaporação, precipitação, infiltração e escoamento. Isto quer dizer que a água que está hoje no lençol freático pode estar amanhã na atmosfera, formando  nuvens de chuva, ou em uma geleira. Para que ocorra o ciclo da água é necessário a irradiação solar.

ciclo da agua

Esquema do ciclo da água

Ciclo do Carbono

O carbono é fixado em organismos vivos, principalmente nas plantas que precisam desse elemento para fazer a fotossíntese. Pela respiração, decomposição ou queima, o carbono volta à atmosfera, em forma de gás carbônico. Na queima de combustíveis fósseis, como a gasolina, por exemplo, o gás carbônico é eliminada. Não podemos esquecer que ele é um grande vilão no problema do efeito estufa no planeta.

Ciclo do Oxigênio

O ciclo do oxigênio está ligado ao equilíbrio entre a fotossíntese e a respiração. As plantas produzem o oxigênio durante a fotossíntese e os seres aeróbicos utilizam esse gás para respirar. O oxigênio ainda participa da formação da camada de ozônio, que é um “protetor solar” natural da Terra. Esta camada está sendo destruída, causando o conhecido efeito estufa, ou aquecimento global.

Ciclo do Nitrogênio

Cerca de 79% da atmosfera é composta por nitrogênio. Nós o usamos em nossas proteínas, mas não somos capazes de fixá-las. Para isso, precisamos da ajuda de bactérias fixadoras. Elas produzem amônia, que é então transformada em nitrito e depois em nitrato por outras bactérias (Nitrosomonas e Nitrobacter), sendo este absorvido pelas plantas. O  N2 retorna à atmosfera, através da excreção de compostos nitrogenados e pela decomposição dos organismos, seguidas da ação das bactérias desnitrificantes (amônia-N2).

Deixe sua mensagem

Your email address will not be published. Required fields are marked *