As Algas

As algas são seres vivos pertencentes ao Reino Protista. Podem ser unicelulares (uma única célula) ou pluricelulares (formadas por mais de uma célula). São autótrofas e fotossintetizantes, ou seja, produzem seu próprio alimento usando a luz.

Diferentemente das plantas, as algas não formam tecidos nem apresentam uma estrutura dividida em raiz, caule e folhas. Habitam ambientes terrestres úmidos ou meios aquáticos, de água doce ou salgada, e têm o corpo chamado de talo. Podem formar verdadeiras “florestas” aquáticas, pela grande quantidade existente. Possuem grande importância ecológica e econômica, pois estão presentes em vários produtos utilizados pelo homem, além de serem essenciais para a manutenção da vida na Terra.

Fonte de oxigênio

Esses seres, muitas vezes minúsculos, possuem papel fundamental na manutenção da vida no planeta, pois cerca de 90% do oxigênio liberado na atmosfera é resultado da fotossíntese das algas planctônicas. Por isso é comum escutarmos que as algas são o pulmão do mundo. Antigamente, acreditava-se que o pulmão do mundo era a Floresta Amazônica.

As Algas na Culinária

Algas Marinhas

Algas Marinhas

As algas são fonte de proteínas, vitaminas e sais minerais, por isso são muito usadas na culinária, principalmente nos países do Oriente. Cultivadas em viveiros ou coletadas no ambiente marinho, os grupos mais consumidos na cozinha são as algas vermelhas (Rhodophyta) e as pardas (Phaeophyta).

 

O nori é uma alga bem conhecida entre os japoneses, pois é usado no preparo do famoso sushi. Outras duas algas muito utilizadas pelos chineses e pelos japoneses são o kombu e o wakame, usados em molhos, sopas e carnes.

Muitas rações para animais também possuem como base uma farinha feita de algas desidratadas e moídas.

As Algas e os Coloides

Coloides são misturas de substâncias com moléculas muito pequenas, que podem formar soluções viscosas, como géis de diferentes texturas. Muitos coloides podem ser extraídos de algas marinhas. O ágar, por exemplo, é um coloide muito utilizado em laboratórios para preparar meios de cultura para microrganismos. Também é muito empregado nas áreas de biologia molecular e biotecnologia, na fabricação de géis utilizados nos processos de extração e amplificação de material genético.

As Algas na Medicina

As algas estão presentes também em alguns medicamentos usados para a redução de apetite. Ao entrarem em contato com soluções aquosas, se expandem no interior do estômago, transmitindo uma sensação de saciedade ao cérebro, pelo fato de ocuparem um certo espaço no estômago.

O bócio, doença que afeta o metabolismo do iodo, já foi tratado por uma espécie de alga parda. E outras doenças, tais como a asma, a bronquite, algumas verminoses, a artrite e a hipertensão (pressão alta) vêm sendo pesquisadas para um possível tratamento através das algas.

Com certeza, há de se conhecer muitos outros benefícios das algas, pois diversos setores, como as indústrias química, alimentícia e farmacêutica, continuam realizando estudos em busca de novas descobertas.

Deixe sua mensagem

Your email address will not be published. Required fields are marked *